A maturidade em recursos humanos e intangíveis como estratégia de diagnóstico de melhoria contínua dos processos organizacionais

Lucas Tadeu Alves Pereira, Antônio Del Maestro Filho

Resumo


As organizações contemporâneas, cada vez mais conscientes dos benefícios de se declarar seus objetivos estratégicos e ocupar posições competitivas no mercado em que atuam são desafiadas a manterem ou ampliarem suas posições estratégicas por meio de recursos tangíveis e intangíveis. Estes recursos bem administrados e devidamente atualizados podem contribuir nestes desafios e ao mesmo tempo garantir à organização crescimento, além da satisfação de todos os seus stakeholders. A área de Recursos Humanos procura ir ao encontro do planejamento estratégico da organização para preparar e adequar continuamente os recursos humanos, ambiente interno, aos processos organizacionais de maneira planejada, fazendo um diagnóstico correto da maturidade destes recursos e da organização com vistas a adequá-los aos desafios de seu ambiente externo. Nos últimos anos a área de Recursos Humanos passou por várias críticas devido à difícil mensuração de seus resultados em relação à estratégia central das organizações. Este estudo quer validar a importância desta área estratégica e apresentar uma ferramenta de mapeamento da capacidade da mão de obra da organização com o objetivo de preparar um diagnóstico de maturidade organizacional. Este diagnóstico poderá ser utilizado na adequada preparação da mão de obra para alcançar a melhoria contínua de seus processos. O P-CMM (People Capability Maturity Model) é a ferramenta que viabiliza este diagnóstico de maturidade da organização e auxilia a área de Recursos Humanos na preparação de seus recursos intangíveis para ajudar na busca e manutenção dos objetivos centrais da cúpula da organização.

Palavras-Chaves: Organizações, estratégia, recursos humanos, gestão, P-CMM.


Texto completo:

PDF

Apontamentos



Programa de Pós Graduação Mestrado Profissional e Doutorado em Administração - PPGA