Produção científica brasileira sobre Liquidez de mercado: Um estudo bibliométrico

João Eduardo Ribeiro, Gabriel Augusto de Carvalho, Cláudia Faria Maciel, Fabrício Molica de Mendonça, Moisés Luna Brandão

Resumo


A liquidez de um ativo está relacionada à sua capacidade de ser negociado de forma rápida, com baixo custo, em grandes quantidades e com baixo impacto em seu preço. Este trabalho teve por objetivo analisar, por meio de uma pesquisa bibliométrica, a produção científica sobre liquidez de mercado no Brasil no período de 2007 a 2016, de modo a compreender como a academia tem tratado esse tema nos periódicos de relevância. Para isso foram selecionados 27 artigos em periódicos nacionais A2 de administração, finanças e contabilidade. Os resultados mostraram que: a) no tocante ao número de artigos distribuídos por ano de publicação nos periódicos analisados pode-se observar que o ano de 2014 foi o mais produtivo em relação ao número de publicações sobre o tema; b) o periódico mais prolífico do ano foi o Brazilian Business Review, com 3 publicações; c) a maior parte dos periódicos não teve nenhum artigo que tratasse especificamente do tema, em nenhum dos anos; d) há uma predominância de doutores trabalhando o tema em questão; e) grande parte dos autores que trabalham com o tema é da Universidade de São Paulo (USP), apesar do autor que mais publica sobre o tema ser da Universidade Federal da Paraíba (UFPB); f) O tema tem sido tratado por autores em parceria. Percebe-se então, que apesar de modesto, há pesquisadores preocupados em tratar a liquidez de mercado nos seus artigos científicos, contribuindo para os estudos de finanças. Essa pesquisa se ateve ao tamanho da amostra selecionada. Apesar de trazer contribuições ao tema, essa análise não deve ser generalizada. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós Graduação Mestrado Profissional e Doutorado em Administração - PPGA