Relação entre o nível de evidenciação dos investimentos em coligadas, empreendimentos controlados em conjunto e controladas e as características das companhias de capital aberto brasileiras

Barbara da Silva Vieira, Maíra Melo de Souza

Resumo


O objetivo da presente pesquisa é verificar a relação entre o nível de evidenciação dos investimentos em coligadas, empreendimentos controlados em conjunto e controladas e as características das companhias de capital aberto brasileiras. Para medir o nível de evidenciação (disclosure)foi elaborada uma lista de verificação a partir das informações relevantes para a evidenciação contidas no CPC 18 (R2), CPC 19 (R2) e CPC (36 R3). Os dados para cálculo dos índices foram obtidos por meio documental, através de notas explicativas relativas ao ano de 2015 divulgadas pelas 79 companhias que compuseram a amostra de pesquisa. A partir de um modelo de regressão linear múltipla ficou estabelecida a variável dependente nível de evidenciação e as variáveis independentes: companhias brasileiras listadas na NYSE; governança corporativa; total do ativo e rentabilidade do ativo. Os resultados da pesquisa sugerem que as companhias brasileiras não listadas na NYSE tendem, em média, a realizar um maior nível de evidenciação dos investimentos em coligadas, empreendimentos controlados em conjunto e controladas.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós Graduação Mestrado Profissional e Doutorado em Administração - PPGA