“Você tem Fome de Quê?”: O Efeito da Complexidade de Descrição dos Itens do Menu em Restaurantes Com e Sem Ambientes Crowding

Leonardo Aureliano-Silva, Carlos Eduardo de Matos, Mara Lucia de Moura Pontes, Sergio Luis Ignácio de Oliveira

Resumo


O Setor de Alimentos e Bebidas é de grande importância para o Brasil, porém, ainda necessita de estudos acadêmicos. A fim de contribuir com o avanço da área no País, e melhor compreender o comportamento do consumidor, em ambientes de restaurantes, o principal objetivo desse estudo é  analisar o efeito do menu (cardápio) na avaliação de restaurantes com e sem aglomeração de clientes. Para isso, realizou-se um experimento com 181 respondentes. Os resultados indicaram efeitos principais da complexidade de descrição dos itens do menu para intenção de compra, percepção de qualidade e recomendação do restaurante. Já o crowding não apresentou efeito principal apenas para recomendação do restaurante. Também não foi observado efeito de interação entre descrição do menu e aglomeração de clientes.

 

Palavras-chave: Menu, Alimentos e Bebidas, Restaurante, Crowding


Texto completo:

PDF

Referências


AURELIANO-SILVA, L. BRANDÃO, M. M. STREHLAU, S. PIMENTA, R. F. O efeito do formato de apresentação de desconto em ambiente crowding: um estudo experimental. RACE, v.14, n.2, p.653-676, 2015.

BRANDÃO, M. M. PARENTE, J. Brasileiro gosta de “muvuca”? Impacto da densidade hu-mana no comportamento de compra. RAE, v.52, n.6, p.613-627, nov/dez 2012.

BRANDÃO, M. M. PARENTE, J. OLIVEIRA, B. B. Percepção de Crowding no varejo: uma investigação exploratória no Mercado Brasileiro. RAE-eletrônica, v.9, n.2, jul/dez 2010.

BAKER, WAKEFIELD, K. L. How consumer shopping orientation influences perceived crowding, excitement, and stress at the mall. Journal of the Academy of Marketing Science, 40(6), 791–806, 2012.

CARVALHO, S.A.D. FURTADO, A.T. Estratégias tecnológicas e dinâmica de inovação das empresas agroalimentares no Brasil. Revista Gestão e Conexões. Vitória – ES. v.2, n.1, jan/jun, 2013.

CNAE – CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS. Rio de Janeiro: IBGE. http://cnae.ibge.gov.br/?option=com_cnae&view=estrutura&Itemid=6160&chave=&tipo=cnae&versao_classe=7.0.0&versao_subclasse=9.1.0. Acesso em 1º de março de 2017.

DOMINGUES, S. A. A Indústria de Alimentos e Bebidas no Brasil: uma análise da dinâmica tecnológica e das estratégias de inovação de suas empresas entre 1998 e 2005. 2008. Tese (Doutorado) – Instituto de Geociências, Unicamp, Campinas, 2008.

HAIR Jr., J. F. BLACK, W. C. BABIN, B. J. ANDERSON, R. E. TATHAM, R. L. Análise multivariada de dados. 6ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HUI, M. K. BATESON, J. E. G. Perceived Control and the Effects of Crowding and Con-sumer Choice on the Service Experience. Journal of Consumer Research, v.18, n.2, p.174-184, 1991.

JALILVAND, M. R. SALIMIPOUR, S. ELYASI, M. MOHAMMADI, M. Factors influencing word of mouth behaviour in the restaurant industry. Marketing Intelligence & Planning, v.35, n.1, p.81-110, 2017.

LODORFOS, G. N. DENNIS, J. Consumers’s Intent: In the Organic Food Market. Journal of Foods Product Marketing, v.14, n.2, p.17-38, 2008.

MCCALL, M. LYNN, A. The Effects of Restaurant Menu Item Descriptions on Perceptions of Quality, Price, and Purchase Intention. Journal of Foodservice Business Research, v.11, n.4, p.439-445, 2008.

MEHTA, R. Understanding perceived retail crowding: A critical review and research agenda. Journal of Retailing and Consumer Services, v.20, p.642-649, 2013.

NEVES, M. F. Um modelo para Planejamento de Canais de Distribuição no Setor de Alimentos – Tese de Doutoramento – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, p.297, 1999.

NOONE, B. M. MATTILA, A. S. Restaurant Crowding and Perceptions of Service Quality: The Role of Consumption Goals and Attributions. Journal of Foodservice Business Research, v.12, p.331-343, 2009.

OZDEMIR, B. A Review on Menu Performance Investigation and Some Guiding Proposi-tions. Journal of Foodservice Business Research, v.15, p.378-397, 2012.

OZDEMIR, B. CALISKAN, O. Menu Design: A Review of Literature. Journal of Foodser-vice Business Research, v.18, p.189-206, 2015.

PAN, Y. SIEMENS, J. C. The differential effects of retail density: An investigation of goods versus service settings. Journal of Business Research, V.64, P.105-112, 2011.

PETTY, R. E.; CACIOPPO, J. T. Attitudes and persua¬sion: classic and contemporary ap-proaches. Dubuque: William C. Brown, 1981.

SEBRAE. Os negócios promissores em 2017. UGE/NA – Núcleo de estudos. Dezembro de 2016.

SHOEMAKER, S. DAWSON, M. JOHNSON, W. How to increase menu prices without alie-nating your customers. International Journal of Contemporary Hospitality Management, v.17, p.553-568, 2005.

TSE, A. C. B. SIN, L. YIM, F. H. K. How a crowded restaurant affects consumers’s attribu-tion behavior. Hospitality Management, v.21, p.449-454, 2002.

WANSINK, B. VAN ITTERSUM, K. PAINTER, J. E. How descriptive food names bias sen-sory perceptions in restaurants. Food Quality and Preference, v.16, p.393-400, 2005.

VARGO, S L.; LUSCH, R. Evolving to a new dominant logic for marketing. Journal of mar-keting, v. 68, n. 1, p. 1-17, 2004.

YILDIRIM, K. AKALIN-BASKAYA, A. Perceived crowding in a café/restaurant with dif-ferent seating densities. Building and Environment, v.42, p.3410-317, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O Caderno Profissional de Marketing Unimep (CPMark), Qualis B3, ISSN 2317-6466, está presente nos seguintes indexadores: 

 

 

 

 

Flag Counter