As Mídias Sociais como estratégia de marketing: um estudo do comportamento dos consumidores de um Salão de Beleza e Estética

Caroline Gonçalves Macedo, Jussara Goulart da Silva

Resumo


Esse estudo tem por objetivo mensurar a utilização das mídias sociais Facebook e Instagram sobre o comportamento dos consumidores de uma empresa do segmento de beleza e estética localizada na cidade de Ituiutaba/MG. A amostra foi composta pelos consumidores da empresa pesquisada que conta com uma carteira de   clientes   de   150   pessoas, entretanto   somente   102   delas   aceitaram   responder o questionário. Os resultados mostram que o público da empresa é jovem e composto em sua maior parte por mulheres com nível médio e superior de formação. A maioria absoluta tem ou já teve perfil em alguma rede social e se mostrou mais perceptiva quanto às publicações que recebem das empresas via Instagram do   que   via   Facebook.   Dessa   forma, conclui-se   que   a   empresa   estrategicamente   pode aperfeiçoar sua atuação no Instagram com vistas a alcançar mais pessoas e ter maior retorno sobre suas publicações nesta rede.


Texto completo:

PDF

Referências


AJZEN, I., FISHBEIN, M. (1977). Attitude behavior relations: A theoretical analysis and review of empirical research. Psychological Bulletin, 84(5), 888-918.

AMARO, D. Mercado de salões de beleza e cosméticos está em crescimento. Edição do Brasil. Jul. 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

ARAÚJO, J. B.; ZILBER, S. N. Que Fatores Levam as Empresas a Adotar Mídias Sociais em seus Processos: Proposta e Teste de um Modelo de Medição. Brazilian Business Review, v. 13, n. 6, p. 270-303, 2016.

BAGGIO, D. K., KELM, M. S., ALMEIDA M. R., FROEMMING, L. M., MALDANER, N. M.(2013) O Marketing digital nas instituições de ensino superior: estudo de caso da Unijuí – 2006 – 2013.

BERTHON, P., PITT, L., PLANGGER, K., & SHAPIRO, D. (2012). Marketing meets web 2.0, social media, and creative consumers: Implications for international marketing strategy. Business Horizons, 55, 261-271.

BLACKWELL, R. D.; MINIARD, P.W.; ENGEL, J. F. Comportamento do Consumidor: Tradução da 9º edição norte-americana. 9.ed. p.5.São Paulo, 2008.

BRASIL. Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008. Altera a Lei Complementar no 123, de 14 de dezembro de 2006, altera as Leis nos 8.212, de 24 de julho de 1991, 8.213, de 24 de julho de 1991, 10.406, de 10 de janeiro de 2002 – Código Civil, 8.029, de 12 de abril de 1990, e dá outras providências. Congresso Nacional, 2008.

CEMBRANEL, P.; SMANEOTO, C.; LOPES, F. D. A inovação das redes sociais virtuais na administração: usos e práticas para a gestão de pessoas. Revista de Administração e Inovação, v. 10, n. 1, p. 27-50, 2013.

CHEUNG, C., THADANI, D. (2012). The impact of electronic word-of-mouth communication: A literature analysis and integrative model. DecisionSupport Systems, 54(1), 461–470.

COELHO, R. L. F.; OLIVEIRA, D. S.; ALMEIDA, M. I. S. Does social media matter for post typology? Impact of post content on Facebook and Instagram metrics. Online Information Review, v. 40, 4 ed., p.458-471, 2016.

PATRÍCIO, M. R.; GONÇALVES, V. Facebook: rede social educativa? In: I Encontro Internacional TIC e Educação. Lisboa: Universidade de Lisboa, Instituto de Educação. p. 593-598, 2010.

HARRIS, L.; RAE, A. Social network: the future of marketing for small business. Journal of Business Strategy, Bradford, v. 30, n. 5, p. 24-31, Jan./Mar. 2009.

HINERASKY, D. A. O Instagram Como Plataforma De Negócio de Moda: dos “itbloggers” às “it-marcas”. 4º Encontro de GTs – Comunicon, Out. 2014.

HOOLEY, G. J. (2005) Estratégia de marketing e posicionamento competitivo – (3ª ed.) São Paulo: Pearson Prentice Hall.

HUNT, T. O poder das Redes Sociais. São Paulo: Editora Gente, 2010.

KOTLER, P.(2000). Administração de Marketing: a edição do novo milênio – (10ª Ed.) - São Paulo – Ed. Prentice Hall.

LYONS, B., & Henderson, K. (2005). Opinion leadership in a computer-mediated environment. Journal of Consumer Behavior, 4(5), 319–329.

MANGOLD, W. G.; FAULDS, D. J. Social media: the new hybrid element of the promotion mix. Business Horizons, Indiana, v. 52, n. 4, p. 357-365, July 2009.

MARTINS, L. Facebook revela total de usuários de WhatsApp, Instagram, vídeos e mais. Disponível em: >. Acesso em: 10 mai. 2018.

MATTAR, N. F. Pesquisa de marketing. 4. ed. Edição Compacta. São Paulo: Atlas, 2008.

MENEGATTI, M. S.; RIBEIRO, I.; MENEGHATTI, M. R.; SERRA, F. A. R. Decisão de Compras pela Internet: Uma Análise a Partir do Tempo de Utilização de Mídias Sociais e da Interatividade com a Marca. Revista Brasileira de Marketing, v. 16, n. 1, p. 41-54, 2017.

NASCIMENTO, L. M.; SILVA, V. A.; PIVETTA, N. P.; SCHERER, F. L. A Percepção dos Consumidores em Relação às Estratégias de Marketing Desenvolvidas por uma Empresa de Produtos Naturais e Orgânicos. Revista Brasileira de Marketing, v. 16, n. 2, p. 168-179, 2017.

PETER, J. P.; OLSON, C. J. Comportamento do Consumidor e estratégia de marketing. 8. ed. Porto Alegre: AMGH, 2010.

PORTAL DA EDUCAÇÃO. Comportamento do consumidor. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

PORTAL MEI EMPREENDEDOR. Disponível em: . 2018. Acesso em: 15 out. 2018.

ROCHA, A., FERREIRA, J. B., & SILVA, J. F. (2013). Administração de Marketing: Conceitos, Estratégiase Aplicações. Rio de Janeiro: Atlas.

ROCHA, T. V.; JANSEN, C. L. S.; LOFTI, E.; FRAGA, R. R. Estudo exploratório sobre o uso das redes sociais na construção do relacionamento com clientes. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, v. 15, n. 47, p. 262-282, 2013.

ROSA, N. G. H. O impacto das redes sociais no marketing: perspectiva portuguesa. 2010. 87 p. Dissertação (Mestrado) - Curso de Marketing, Universidade Tecnica de Lisboa, Lisboa, 2010.

SAFKO, L. The social media bible. Hoboken: John Wiley & Sons Inc., 2010.

SEBRAE. Pequenos negócios em números. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2018.

SEBRAE. Benefícios do marketing digital para as redes sociais da sua empresa. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

SEBRAE. Tendências do segmento de beleza. Disponível em: . Acesso em Junho, 2018.

SOARES, F. R.; MONTEIRO, P. R. R. Marketing digital e marketing de relacionamento: interação e engajamento como determinantes do crescimento de páginas do Facebook. NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, v. 5, n. 3, p. 42-59, 2015.

SOLOMON, M. R. Comportamento do consumidor: comprando, possuindo e sendo. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2002.

WASSERMAN, S.; FAUST, K. Social network analysis: methods and applications. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

WATZLAWICK, P.; BEAVIN, J. H.; JACKSON, D. D. Pragmática da comunicação humana. 11.ed. Sao Paulo: Cultrix, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O Caderno Profissional de Marketing Unimep (CPMark), Qualis B3, ISSN 2317-6466, está presente nos seguintes indexadores: 

 

 

 

 

Flag Counter